Acupuntura: Terapia chinesa


     A Acupuntura é uma técnica tradicional chinesa que desboqueia o chi com a aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo com o objetivo de equilibrar forças opostas de Ying e Yang. O Chi é uma energia que circula por todo o corpo humano por meio de 12 meridianos principais. Esse circula bem quando o Ying e Yang estão em equilibrio, resultando num corpo saudável. No entanto, quando a pessoa está doente, o que ocorre é uma obstrução do Chi em um dos meridianos.


     A Acupuntura e a Moxabustão são métodos terapêuticos popularmente utilizados na China há mais de 4.000 anos. Na Medicina Tradicional Chinesa, são as principais terapias que mantém a saúde do povo chinês por se tratar de métodos naturais e que auxiliam no equilíbrio da energia vital do corpo. Os resultados são eficientes, não apresentando nenhum efeito colateral e cada vez mais, há uma aceitação das pessoas mundo afora para esse método de cura.


     A Acupuntura Tradicional tem identificado centenas de pontos específicos onde as agulhas devem ser aplicadas. O ponto a ser aplicado e a duração dependem muito da doença e da pessoa, e como resultado da aplicação das agulhas, obtém-se o tratamento da doença e o fortalecimento do corpo.


     Essa técnica milenar pode ajudar também no controle da ansiedade em caso de excesso de peso, agindo na diminuição da fome, ativando o metabolismo e restaurando o perfeito funcionamento dos sistemas digestivo, intestinal e urinário. A medicina tradicional chinesa (MTC) indica seu uso para cerca de 350 doenças, baseada na experiência de sua adoção como técnica de tratamento para a saúde ao longo dos mais de 4.000 anos da cultura chinesa.


     O chinês Prof. Liu Guo Fen (certificado nº 000408WFCM de 2005) e a acupunturista chinesa Profa. Cheg Jane (certificado nº 000671WFCM de 2006) são qualificados no exame internacional de acupunturistas, organizado pela WFCMS (Federação Mundial de Sociedades de Medicina e de Medicamentos Tradicionais Chineses). Hoje a milenar terapia das agulhas é reconhecida por oito Conselhos Federais de Saúde como especialidade. Reconhecimento este plenamente legitimado pelo imenso apoio popular e ações governamentais obtidas em nosso país.